Cases

PERFORMANCE DAS PREFEITURAS NAS REDES SOCIAIS: EPISÓDIO ZERO.

PERFORMANCE DAS PREFEITURAS NAS REDES SOCIAIS: EPISÓDIO ZERO.
Junte-se à nossa comunidade de profissionais.

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O que podemos aprender com a atuação de perfis institucionais das prefeituras nas redes sociais? Já começamos por aqui. 

Na primeira edição da série que analisa o desempenho semanal dos perfis institucionais de algumas das maiores capitais brasileiras nas redes, a Trespontos Labs, em parceria com a Zeeng, plataforma de inteligência e Big Data, já traz um excelente ponto de partida e algumas reflexões úteis sobre o trabalho de social media, no contexto da comunicação política e de governo. 

Aliás, boas provocações para quem atua não só neste segmento, como também com cliente de qualquer área. Por falar nisso, pare tudo e garanta sua vaga agora mesmo nas próximas edições. 

É gratuito, online, ao vivo e totalmente interativo:
https://prefs.trespontoslabs.com

Neste primeiro recorte, foram analisados os perfis de Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Distrito Federal, Cuiabá, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Nas próximas edições, novas capitais serão adicionadas. 

O objetivo do evento, é importante dizer, não é julgar o trabalho das equipes à frente dos perfis, mas aprender, coletivamente, sobre o que dá certo, o que não parece ter dado tão certo e as possíveis razões. No final das contas, essa é uma baita oportunidade para aprender um pouco com os colegas de trabalho.

Para começar: quem mandou bem nas Redes Sociais?

Neste primeiro olhar, a prefeitura de Belém se destacou no Facebook em termos de engajamento e crescimento de curtidores em comparação aos demais municípios analisados. Pausa para espiar o que nossos colegas andam realizando por lá. 

Período de 27/09 a 03/10, via Zeeng.

Entre os conteúdos mais engajadores, isolando apenas o Facebook, o perfil da capital paraense praticamente monopolizou os espaços no período. Se ampliarmos a visão, o mesmo cenário se repete no recorte dos últimos trinta dias. Fizemos esse teste.

É curioso perceber, no entanto, que Belém não tem a mesma performance entre os posts mais engajadores no Instagram, ao longo da semana analisada. Isto indica foco concentrado em uma só rede?

Bom, os conteúdos, tanto imagem quanto vídeo, sobre o Círio de Nazaré obtiveram alto engajamento entre os usuários. Excelente exemplo de como um momento de valor cultural, histórico e de identidade, quando bem abordado, desperta interesse dos usuários, gerando conversas e crescimento na base de fãs, principalmente no Facebook, como no caso observado. 

Houve também uma sequência de conteúdos sobre o Encontro Latino-Americano das Cidades Criativas, alertas sobre fake news e comunicados para população. Muita coisa para aprender! Será que esses conteúdos com maiores métricas foram impulsionados?

Período de 27/09 a 03/10, via Zeeng.

Belém também aparece em destaque quando a métrica é engajamento e interações, no Facebook, deixando nessa semana, as prefs de Curitiba, Salvador e São Paulo para trás. Será que a capital paraense manterá esse resultado na próxima semana? Vamos acompanhar.

Conteúdo e pessoas de alto nível. Não poderia ser melhor!

Ao longo da análise, realizada em tempo real, com boas doses de improviso e numa narrativa permeada de dicas, reflexões e visões sobre o trabalho de comunicação nas Redes Sociais, Thiago Ribeiro, fundador da Trespontos Labs e responsável pelo conteúdo da live, foi sugerindo caminhos, provocando conversas entre os usuários, que participaram ativamente. 

Aliás, ponto alto do evento, a oportunidade de reunir profissionais de todo o Brasil, tanto de capitais como de mercados do interior, acabou provando que mais importante que o conteúdo compartilhado, mais uma vez, são conversas que trouxeram os maiores aprendizados. 

Em meio a apresentação, surgiu uma reflexão sobre uso do Facebook, que pode ser útil para quem trabalha com as Redes, independente do setor: você tem uma base significativa de fãs, mas tem uma comunidade ativa em torno da sua marca?

Seja uma prefs, agente político, celebridade ou uma marca, faça essa análise agora mesmo. De onde vieram aquele monte de seguidores acumulados ao longo dos anos? Onde eles estão agora? Será que temos ali um número considerável de fakes, perfis fantasmas, seguidores comprados ou contas sem qualquer uso recorrente?

Esse questionamento pode te ajudar a ter uma dimensão exata sobre o que você tem de “ativo” hoje em suas redes, sem que você se prenda a uma massa de usuários que um dia foi sua comunidade, mas que, por diversos motivos, já não estão mais ali de fato.

Instagram tem dono: desculpaê. 

Quer outra importante consideração extraída do nosso acompanhamento semanal sobre a performance dos perfis de Prefeituras nas Redes Sociais? 

Primeiro é preciso dizer que, pelo menos na semana avaliada, a prefeitura de Salvador foi aquela que se destacou em todas as métricas desta plataforma.

Período de 27/09 a 03/10, via Zeeng.
Período de 27/09 a 03/10, via Zeeng.

Engajamento, volume de comentários, interações médias, crescimento, só para citar alguns exemplos. Temos uma estrela de primeira grandeza por aí. Por que será? A gente tem umas hipóteses… 

Nesta plataforma, Curitiba aparece como a maior em número de seguidores, é uma das que mais cresceram no período e também está entre as maiores em quase todas as métricas. São Paulo, Belém, Rio e Recife também chegam junto, na primeira fila dessas métricas. Quem vai conseguir manter essas posições nas próximas semanas?

No Instagram, menos é mais ou estamos na inércia do Facebook?

Em todos os casos avaliados, o Instagram recebeu menor volume de postagens quando comparado ao total médio de posts realizados no Facebook, no mesmo período.

O mais curioso de tudo isso é que, tanto os dados como as impressões dos participantes convergem para um ponto: esta é a rede em que os conteúdos geralmente obtém a maior taxa de engajamento. Basta ver que entre os conteúdos mais engajadores do período, a maioria é de publicações no Instagram.

Mas, peraí: Instagram não é a rede poderosa, que mais cresce em número de seguidores, segundo se mostrou indiscutível no painel de métricas e se comprovou na percepção unânime entre os profissionais que estiveram no papo?

O que está por trás disso? É proposital, mera coincidência ou apenas o esperado, devido às características da rede? Estamos começando a formular hipóteses. Muitos colocaram que trabalham mais fortemente nos stories, enquanto o feed tem perdido importância em alguma medida. Como você vê isso por aí?

Tem mais! Quando analisamos os formatos mais utilizados no Instagram, pelo menos entre as prefs, vemos que o post tipo imagem é, disparado, o formato mais adotado. 

O que vem pela frente? Cenas dos próximos capítulos… 

Se formos listar por aqui todas as dicas, aprendizados compartilhados, debates que ocorrem no chat, dúvidas de alto nível que surgiram ao longo do papo e tudo que poderíamos aprofundar, em cada tela, cada métrica, cada filtro, este artigo ficaria pelo menos dez vezes maior. 

Na verdade, nesse primeiro episódio, que chamamos de episódio zero, o principal objetivo foi dar o pontapé inicial, explorar a ferramenta utilizada (Zeeng), reunir os primeiros interessados e começar a construir hipóteses.

A partir de agora, vamos criar um painel de performance, com acompanhamento semanal das principais métricas, adicionaremos mais cidades, analisaremos os conteúdos que mais se destacaram no período para descobrirmos o que se pode aprender com eles. E tem mais novidades: teremos novos convidados a cada edição! Gente que está colocando a mão na massa e aprendendo mais a cada dia.

Por fim, vamos ao que interesse. Esta é uma série imperdível para quem trabalha ou quer trabalhar com redes sociais, independente do seu segmento. Agora, se você atua com perfis de governo, entidades públicas, políticos ou partidos, não pode ficar de fora: é simplesmente obrigatório.

Há muito o que observar e estamos apenas começando. Se eu fosse você, não perderia as próximas edições. 

GARANTA SUA VAGA

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Junte-se à nossa comunidade de profissionais.